Espiritualidade da Presença

A nossa vida seguiu o caminho do Senhor quando descobrimos a oração, e a primeira coisa que compreendemos é que não sabíamos rezar.

Desde então, temos desejado com todo o nosso coração, com toda a nossa mente, com todas as nossas forças aprender a rezar, e a bondade do Senhor veio ao nosso encontro.
Rezar é restituir o tempo a Deus, desejar que Ele habite em nosso coração, pensar e querer o que lhe agrada.
A oração não acontece apenas nos horários estabelecidos, pessoais ou comunitários, mas aspira a fazer-nos caminhar na presença do Senhor. Então, a oração se torna vida e a vida se torna uma oração constante. Como os contemplativos, nos tornamos portadores de uma invisível mas real Eucaristia às pessoas distraídas, mas muito inquietas, do nosso tempo. Este era o papel de Maria, ao lado de seu Filho, no meio de seu povo, e é a razão pela qual Maria assumiu para nós uma importância particular. Por um lado, é o modelo de presença no mundo que nos inspira, por outro lado, é a intermediária para as orações difíceis e importantes da Comunidade. Cada oração especial passa por ela.

Questo sito utilizza i cookies. Continuando la navigazione acconsenti al loro impiego. Clicca qui per maggiori dettagli

Ok